MENU DE APRENDIZAGEM

RODA DE CONVERSA

RODA DE CONVERSA

por Hifa Educação

Apresentação

Uma roda de conversa, de acordo com o pensamento de Paulo Freire, é uma dinâmica de grupo que promove a participação ativa e o diálogo entre os participantes, visando à construção coletiva do conhecimento. Essa estratégia contribui para a criação de um ambiente de aprendizagem mais envolvente e significativo, beneficiando tanto os aspectos acadêmicos quanto o desenvolvimento pessoal dos estudantes.

A roda de conversa permite a construção coletiva do conhecimento, na qual os alunos têm a oportunidade de aprender uns com os outros, compartilhando experiências, pontos de vista e informações. Pode ser usada para contextualizar o conteúdo curricular, envolvendo a análise crítica de ideias, questões e temas diversificados. 

O maior ganho da roda de conversa é o desenvolvimento da escuta ativa, pois é necessário ouvir a perspectiva do outro, ponderar suas colocações e construir seus argumentos para que o diálogo ocorra, o que promove a empatia e a compreensão mútua.

 

Um exemplo

As crianças do 2º ano estão aprendendo sobre o ciclo da água e a professora percebeu por meio das atividades que o assunto ainda gera muita dúvida. Depois de levantar os principais pontos de dúvida, propõe uma roda de conversa para  que o grupo possa compreender o conceito e identificar as diferentes etapas do ciclo da água. De acordo com o levantamento do repertório do grupo, a roda de conversa acontecerá a partir de três questões norteadoras: 

1. O que acontece quando o sol brilha forte em um dia quente?

2. Vocês já viram gotas de água nas janelas em um dia frio?

3. O que acontece quando chove?

Para estruturar a roda, a professora usa um bicho de pelúcia que indica o turno de fala das crianças e passa para quem estiver falando. Depois de ouvir a turma, a professora pode realizar uma pequena demonstração prática para ilustrar as etapas do ciclo da água, com foco nas dificuldades encontradas anteriormente.

É importante lembrar que a professora tem um papel mediador e que é necessário encorajar a participação das crianças. Use os comentários de cada um para valorizar o conhecimento deles e aprofundar a compreensão do ciclo da água.

 

Por onde começar

  • Temas relevantes: os tópicos abordados devem ser relevantes para a vida dos alunos e estar relacionados aos conteúdos do currículo, visando a conectar o conhecimento prévio dos estudantes com novas informações. Isso torna a aprendizagem mais significativa.
  • Adequação à turma: considere as características e as necessidades do público-alvo. Adaptar a roda de conversa para atender às necessidades e interesses dos participantes é fundamental para o sucesso da atividade.
  • Regras e normas: estabeleça regras e normas para a discussão, como respeito mútuo, escuta atenta, igualdade de participação e respeito aos tempos de fala de cada participante. Isso ajuda a manter a ordem e a civilidade na conversa.
  • Perguntas orientadoras: prepare uma lista de perguntas orientadoras que ajudem a direcionar a discussão e estimular a reflexão. Portanto, essas perguntas devem ser abertas e desafiadoras, incentivando o pensamento crítico.

Características

  • Diálogo: a roda de conversa envolve um diálogo aberto e respeitoso entre os participantes, incluindo a professora, ou o professor. Todos têm a oportunidade de falar, ouvir e refletir sobre os temas discutidos.
  • Promoção da auto expressão: os alunos têm a oportunidade de expressar suas opiniões e sentimentos, o que pode contribuir para o desenvolvimento da autoestima e da autoconfiança.
  • Flexibilidade: esteja aberto à adaptação durante a roda de conversa. As discussões podem seguir direções inesperadas, e a flexibilidade é importante para permitir que os participantes explorem tópicos de interesse.

Pontos de atenção

  • Horizontalidade: a professora, ou o professor, não podem ser vistos como única fonte de conhecimento na roda de conversa. A atuação é de facilitador, enquanto os alunos contribuem com suas experiências e perspectivas. Todos são vistos como agentes ativos na construção do conhecimento.
  • Fomento à inclusão: a configuração de uma roda de conversa pode criar um ambiente mais inclusivo, no qual todos os alunos se sentem parte do grupo e têm a oportunidade de participar, independentemente de suas habilidades ou origens.
  • Avaliação e reflexão: planeje um momento para a avaliação e a reflexão após a roda de conversa. Isso pode incluir a revisão dos principais insights, lições aprendidas e feedback dos participantes.
Pular para o conteúdo