MENU DE APRENDIZAGEM

SALA DE AULA INVERTIDA

SALA DE AULA INVERTIDA

por Hifa Educação

Apresentação

A sala de aula invertida, também conhecida como flipped classroom em inglês, é uma abordagem em que as atividades tradicionais da aula e as “lições de casa” são “invertidas”. 

Em vez de os alunos comparecerem a aulas expositivas em sala de aula, e em casa fazerem tarefas ou exercícios relacionados ao conteúdo apresentado, na sala de aula invertida, esse processo é “invertido”. A professora, ou o professor, disponibiliza recursos como vídeos, leituras ou apresentações, para que os alunos acessem antes da aula presencial. Esses materiais contêm as explicações e as informações que normalmente seriam dadas em uma aula tradicional.

Em casa, os alunos assistem aos vídeos ou revisam o material fornecido pela professora, ou pelo professor, e, assim, constroem conhecimentos sobre o tópico que será discutido na próxima aula. Na aula seguinte, em vez de uma aula expositiva, o tempo é dedicado a atividades mais interativas e práticas. Os alunos podem participar de discussões em grupo, resolver problemas, realizar projetos, fazer atividades práticas ou tirar dúvidas. A professora, ou o professor, pode dedicar mais tempo para interagir com os alunos individualmente ou em pequenos grupos, atendendo às suas necessidades específicas.

Um exemplo

Depois de uma breve introdução sobre o ciclo da água em sala de aula, a professora, ou o professor, disponibiliza vídeos e textos para os alunos acessarem em casa. A instrução precisa ser bem clara para que todos se engajem e venham preparados para a aula seguinte. Ao chegar em sala, os alunos fazem uma atividade direcionada, que precisa das informações contidas no material pesquisado em casa – pode ser um quiz, um trabalho em grupo, um debate, um registro coletivo sobre as descobertas do ciclo da água, entre outras propostas.

Por onde começar

  • Faça uma curadoria: a professora, ou o professor, seleciona, cria ou adapta materiais educacionais relevantes para o tópico que será trabalhado. Esse material precisa ter um objetivo específico e ser acompanhado por instruções claras e de fácil acesso para os estudantes.
  • Crie o ambiente de prática: na aula presencial, a professora, ou o professor, assume um papel mais observador no processo de aprendizagem. Ela, ou ele, pode oferecer atividades práticas, discussões em grupo, resolução de problemas e outras formas de interação para aprofundar o conhecimento sobre o tópico estudado em casa.
  • Faça uma síntese: ao final da aula presencial, a professora, ou o professor, pode retomar a fala para reforçar os principais conceitos aprendidos. Além disso, pode fornecer um feedback individualizado aos alunos, após ter realizado observações do trabalho desenvolvido em sala de aula.

Características

  • Aprendizagem personalizada: os alunos podem estudar os materiais em seu próprio ritmo, sem a pressão do grupo, possibilitando uma aprendizagem mais personalizada.
  • Engajamento e motivação: os alunos têm a oportunidade de interagir ativamente durante o tempo em sala de aula, participando de discussões, atividades práticas e resolução de problemas, o que torna o aprendizado mais envolvente.
  • Maior autonomia do aluno: os alunos desenvolvem uma maior autonomia em relação ao próprio aprendizado, pois têm a responsabilidade de estudar o material em casa. 

Pontos de atenção

  • Feedback imediato: a professora, ou o professor, pode interagir mais durante as atividades práticas em sala de aula. Isso ajuda os alunos a corrigirem erros ou equívocos rapidamente, permitindo que a aprendizagem seja mais eficiente.
  • Diversificação de estratégias: a principal vantagem da sala invertida é possibilitar o acesso aos conteúdos que serão trabalhados de diferentes formas. Portanto, é importante buscar uma diversidade de fontes de informação, para que os estudantes possam construir os conhecimentos de acordo com suas características e suas preferências.
Pular para o conteúdo