Pesquisar
Close this search box.

Fluxogramas de ajuda

Author picture

O uso de fluxogramas é uma excelente maneira de representar processos e ajudar na resolução de problemas por meio de passos definidos e tomada de decisão com base no que é observado.

Veja o exemplo, do blog “Logísticos Oficial”.

Em sala de aula, muitas vezes notamos a falta de autonomia dos estudantes na busca por informações e respostas, mas quanto incentivamos na construção dessa esperada autonomia?

Quando há muita demanda pelo professor para responder perguntas operacionais, acabamos sendo mais “manuais de instruções” do que mediadores da aprendizagem.

Vários caminhos levam às respostas e nem todos precisam passar pelo professor.

Antecipar as dúvidas e indicar caminhos para a resolução autônoma é uma forma de ajudar os estudantes a construir sua autonomia e de ganhar tempo e qualidade na mediação quando surgirem dúvidas mais significativas para a aprendizagem. Os fluxogramas são ferramentas potentes nessas situações.

Um fluxograma é uma ferramenta visual que representa graficamente as etapas de um processo. Ele pode ser desenhado à mão ou criado digitalmente e geralmente é composto por formas como retângulos, losangos e por setas, que indicam as relações entre as etapas e as tomadas de decisão envolvidas. Podem ser usados ​​em uma variedade de situações em sala de aula, como na representação dos fenômenos estudados ou dos conceitos apresentados.

Aqui temos uma proposta diferente: utilizar um fluxograma para orientar os alunos quando tiverem alguma dúvida em sala de aula.

No exemplo a seguir, a partir da dúvida do estudante, é proposto um caminho de busca pela resposta que passa por diversas fontes de informação antes de chegar ao professor (o que costuma ser o movimento automático dos alunos)

Com essa referência disponível sobre as mesas ou em um local de destaque na sala, os estudantes podem completar as tarefas sem precisar da orientação constante do professor, que ganha tempo para a mediação da aprendizagem.

A aplicação de um fluxograma simples, explicado ou até construído com os alunos, cria uma nova cultura de busca por ajuda em sala de aula e contribui com o desenvolvimento da autonomia dos estudantes, que conhecerão outros caminhos além de levantar a mão e chamar a professora ou o professor.

Experimente adotar esta prática em suas aulas e compartilhe conosco sua experiência aqui nos comentários.

Compartilhe este conteúdo

Fique por dentro

Pular para o conteúdo